5 dicas para montar o canto da leitura

Os apaixonados por livros vão concordar que ter um cantinho da leitura é essencial para embarcar na história, seja qual for o tipo da narrativa. Para montar o seu canto da leitura, é necessário dar atenção aos seguintes pilares: conforto, iluminação e estilo. O primeiro é baseado pela escolha dos móveis. O segundo, é claro, é sobre o tipo da luz. E o terceiro fica por conta do seu gosto, já que a ideia é transmitir a sua personalidade, ou até mesmo, o caráter dos seus autores preferidos. No artigo de hoje, veja como montar o seu canto da leitura.

Onde fazer o canto da leitura?

O primeiro passo é escolher o local. Ambientes privativos são ideais, pois você vai ter silêncio para se concentrar na leitura. Para quem possui um espaço extra na casa ou um quarto grande, pode utilizar um canto desses cômodos. Em apartamentos pequenos, utilize a sacada para isso. Como é um cantinho, sempre há uma área a ser aproveitada.

Escolha uma poltrona de respeito

Um cantinho da leitura não é o mesmo sem conforto. Para isso, a escolha da poltrona é fundamental. Busque por modelos com encosto e braços. Dê preferência àqueles com assento mais largo. Assim, você vai conseguir ler por horas de maneira confortável e aconchegante. Uma boa opção é a Poltrona Diamante, que apresenta várias camadas de espuma com densidades diferentes, sendo a última em espuma visco elástica para garantir extremo conforto. O design é outro ponto a ser destacado. A concha externa em fibra de vidro com pintura automotiva e as proporções equilibradas fazem desta poltrona uma peça icônica.

Apoio para livros e para o café

Inserir um móvel para os livros no canto da leitura é opcional e vai depender também da área disponível. Invista em uma estante, caso tenha mais espaço no ambiente. Uma mesa lateral também é bem-vinda em cantinhos da leitura, já que você pode usá-la como apoio para uma xícara de café ou taça de vinho.

Luz: fundamental para uma boa leitura

Ter uma boa iluminação é essencial em cantos da leitura. Por isso, na hora de escolher o ambiente, opte por locais que recebam bastante luz natural. Para as leituras noturnas, invista em uma luminária. Dê preferência aos modelos que emitem luz com tom branco-azulado, pois são mais estimulantes do que luzes de cor quente ou amarelada. Analise também o tipo da lâmpada. Opções incandescentes emitem calor. Sendo assim, podem causar desconforto térmico caso fiquem muito próximas a você.

Um cantinho que é a sua cara

As dicas relacionadas ao estilo são muito básicas: decore da maneira que você gosta. Mas lembre-se de não exagerar na quantidade de elementos. Se o seu cantinho da leitura é no seu quarto, siga o tipo de decór do ambiente. É importante que o canto tenha um aspecto convidativo e aconchegante, fazendo com que você queira ficar ali.

Se você não é do time de leitores assíduos e prefere um local para tomar café ou simplesmente relaxar, pode também seguir essas dicas para decorar o seu canto. Apenas altere o tipo da luz – escolha os modelos de cor quente para trazer mais aconchego ao ambiente.

Na Empório Vila Rica, você encontra diversas poltronas e outros móveis para criar o seu cantinho. Confira!

4 móveis para usar na decoração rústica

O decór rústico está ganhando espaço entre os arquitetos, já que pode ser trabalhado muito bem sozinho ou ainda ser mesclado a outros estilos, como industrial, clássico ou moderno. Elementos naturais são a marca forte desse estilo. Tudo que resgata a natureza e a forma de vida mais simples é bem-vindo na decoração rústica. O material mais utilizado em ambientes rústicos é a madeira, já que é um dos principais elementos relacionados à natureza. No artigo de hoje, vamos indicar 4 móveis para usar na decoração rústica.

1. Sofá de 3 lugares com detalhes em couro

Um dos objetivos da decoração rústica é trazer aconchego. Por isso, linho e couro são os revestimentos recomendados na hora de escolher o estofado. O sofá indicado é produzido em linho sintético e possui detalhes em couro. Já a sua base é feita em madeira de eucalipto. Além de ser um móvel resistente, vai trazer conforto e o visual que você quer para uma decoração rústica.

O interessante de utilizar a mobília em madeira é que você pode manter tons claros e neutros nas paredes e ter os móveis como ponto focal para o estilo rústico.

2. Mesa de centro Finn

A madeira prevalece no estilo rústico, por isso, a escolha não poderia ser diferente: o modelo Finn é produzido em madeira maciça de jequitibá e tampo em MDF laminado. Com um design simples, é uma ótima opção para ajudar a compor ambientes naturais. Se você quiser algo mais sofisticado, pode optar por um modelo mais contemporâneo, como a Mesa de Centro Enzo.

3. Poltrona Estofada Tijuca

Essa poltrona se destaca por sua versatilidade, podendo ser incluída em diversos ambientes, como salas de estar, varandas e sacadas, lounges ou até mesmo para complementar áreas gourmet. O design com caráter natural proporciona leveza e o aspecto rústico que se procura.

4.Aparador Nasau

O modelo escolhido caminha entre o rústico e o moderno. O tampo superior em vidro traz a pegada contemporânea ao visual. Mas a estrutura em madeira e formato do tampo inferior preservam o aspecto rústico. Caso você prefira uma peça mais simples, pode optar pelo aparador Finn. Na Empório Vila Rica, você encontra outras inúmeras opções de móveis para decorações rústicas, modernas ou clássicas. Acesse o site e confira!

4 dicas para decorar o hall de entrada

O hall de entrada é o primeiro contato que o convidado tem com a sua casa. É ali que já se identifica a sua personalidade. E já que a primeira impressão é a que fica, vale a pena investir em uma decoração para esse ambiente. Além da imagem, é interessante também trabalhar na funcionalidade deste cômodo. Confira 4 dicas para decorar o hall de entrada.

 Aproveite o espaço

Apesar de, geralmente, ser um espaço mais compacto, é possível aproveitar a área disponível. Para trazer mais amplitude, utilize um espelho. Você pode optar por um modelo grande que ocupe uma das paredes do hall. Ou escolher um espelho menor sobre um aparador ou buffet. Outra dica é investir em móveis que não ocupam muito espaço, até porque a área é de circulação.

O trio de sucesso

A fórmula mais certeira para decorar o hall de entrada é apostar no trio de sucesso: aparador, espelho e pendente. Na hora de escolher as peças, opte por aquelas que conversem com a decoração da sala de estar. Assim, a transição entre os ambientes é feita de maneira sutil. Se quiser deixar o hall mais funcional, pode também incluir um ou dois puffs abaixo do aparador.

Iluminação: fator essencial

A iluminação é fundamental para tornar o hall de entrada perfeito. A luz cria um clima aconchegante e valoriza a decoração do ambiente. Utilize spots com uma iluminação pontual para garantir um efeito acolhedor. Nesse caso, esqueça o pendente. Luz é essencial, mas misturar diferentes tipos de iluminação vai carregar o espaço sem necessidade.

Cores e papel de parede

A cor é outro ponto a ser pensado. Tons neutros caem bem em ambientes menores. Mas isso não quer dizer que você não possa ousar. Cores fortes também podem tornar o seu hall de entrada um espaço diferente e moderno. Aqui é uma questão de bom senso e gosto! Papeis de parede são bem-vindos em halls de entrada. Muitas vezes, eles podem ser a chave que faltava para criar um hall impecável. Na hora de escolher o tipo, procure por um papel de parede que combine com a decoração da sala e com a imagem que você quer passar.

Viu como é fácil decorar o hall de entrada? E fica ainda mais fácil com o leque de móveis que a Empório Vila Rica oferece para você. Acesse o site e compre agora!

5 dicas para incluir puffs na decoração

Há alguns anos os puffs apresentavam um único estilo e também um único uso: apoiar os pés. Hoje, há uma variedade imensa de formatos e acabamentos. Além disso, o puff se tornou muito mais do que um apoio, mas uma peça decorativa que pode fazer a diferença na composição. Separamos 5 dicas para incluir puffs na decoração. Confira!

Puff como ponto focal

Utilizar o puff como um ponto focal é interessante para decorações que seguem uma paleta de tons neutros. Assim, você insere um puff de uma cor que contraste com a composição e chama a atenção para ele. Mas lembre-se: apesar de ser um tom diferente para criar um ponto de cor, é preciso escolher um modelo que ainda assim converse com o restante da decoração.

Puff e mesas de centro

Outra ideia é utilizar o puff com mesas de centro. Você pode deixar a peça abaixo da mesa e usá-la apenas quando necessário. Ou ainda jogá-la ao redor das mesas de centro. Isso cria um ambiente mais atrativo e diferente.

Modelos diferentes em apenas um cômodo

É possível também apostar em diferentes modelos num mesmo ambiente. Lounges e espaços amplos recebem muito bem essa dica, já que você vai ter uma grande área para poder dispor os puffs. Escolha dois modelos diferentes e os disponha de maneira harmoniosa no ambiente.

Puffs no closet

Os puffs são perfeitos para deixar o closet mais funcional. Eles servem de apoio para calçar os sapatos ou ainda na hora de escolher as roupas, deixando separadas sobre o puff as peças que vai vestir. Além disso, trazem um toque aconchegante ao cômodo. Se tiver espaço, pode inserir mais que um.

 Escolha do material e do design

Aqui, vai muito do seu gosto, claro! Mas é preciso sempre uma linha de equilíbrio. Escolha o material e o design do puff de acordo com o estilo da decoração. O modelo Platner, por exemplo, é uma ótima opção para quem procura um puff como item decorativo, já que seu design chama a atenção. Esse modelo conversa com composições contemporâneas e até industriais. Já o Puff Grissini 10 cai muito bem em quartos ou closets com decorações mais delicadas. Mas você pode criar inúmeras combinações! Acesse o site da Empório Vila Rica e confira todos os modelos de puff disponíveis.

Saiba como escolher a mesa de jantar

É ao redor da mesa de jantar que os encontros com a família e amigos acontecem. É ali que se criam boas memórias e novas histórias. Para deixar essas ocasiões ainda mais especiais, é necessário escolher a mesa de jantar certa para a sua casa. Em meio a tantos modelos disponíveis, separamos algumas dicas para facilitar a escolha.

Dimensões do espaço, tamanho e formato da mesa

O espaço disponível na sala de jantar define a escolha do tamanho da mesa. Já que você vai ter de optar por um modelo que fique adequado às dimensões do ambiente. É preciso lembrar dos 60 cm de circulação entre a mesa e a parede e outros móveis.

Os formatos redondo e retangular são, geralmente, os mais procurados, mas existem opções quadradas ou ovaladas. A mesa retangular é perfeita para quem costuma receber mais convidados. A dica é usar esse modelo em ambientes compridos, para acompanhar o formato da mesa. As mesas redondas são ideais para espaços pequenos e quadrados, já que oferecem a sensação de aconchego. Mesas quadradas exigem uma área maior e podem ser utilizadas de diferentes maneiras: no centro ou com uma das laterais encostadas na parede. O formato oval ocupa menos espaço e facilita na hora de acomodar mais alguém na mesa.

Estilo e material

O estilo deve harmonizar com o restante da decoração. Mesas em madeira trazem aconchego e sofisticação e combinam com diversos tipos de decór, desde ambientes modernos até aqueles mais rústicos ou naturais, como é o caso do modelo Infinity. A base desta mesa ainda apresenta um design diferenciado, o que confere modernidade.

Para composições industriais, busque por modelos em tons escuros, como preto ou cinza, e bases em aço carbono. As mesas Yunna e Celine são ótimas opções para criar um aspecto urbano.

Já para decorações contemporâneas ou clássicas, opte por modelos em tons neutros, como é o caso das mesas Bolero e Ônix que possuem um visual moderno e tampo em MDF laqueado com vidro sobreposto.

Na hora de escolher as cadeiras, tenha o mesmo pensamento: não fuja do estilo da decoração do ambiente e busque por modelos que conversem também com o visual da mesa de jantar. Sair do comum é sempre bem-vindo, mas com uma dose de equilíbrio para não quebrar a composição.

Na Empório Vila Rica, você encontra vários modelos de mesa e cadeiras de jantar para compor a sua casa. Acesse o site e compre agora!

5 poltronas para compor a decoração da sala

As poltronas estão marcando forte presença em diversas composições. Mais do que adicionar conforto ao ambiente, elas integram ou delimitam espaços. Além disso, traduzem em seu design a personalidade do decór. Separamos 5 poltronas para você se inspirar e compor a decoração da sala de estar. Confira!

1. Poltrona Teseu

O modelo entrega um design contemporâneo, mas com uma pegada clássica, devido ao revestimento em matelassê. A poltrona Teseu é perfeita para decorações modernas com um toque delicado. A cor neutra e os pés dourados trazem um aspecto Shabby Chic ao visual, criando um ar romântico e aconchegante ao ambiente, o que torna a peça bastante versátil – podendo ser usada tanto em salas de estar como em quartos.

2. Poltrona Esdra com puff

A poltrona Esdra apresenta um visual discreto e, ainda assim, fascinante e envolvente. O modelo oferece beleza e conforto. O encosto é ergonômico e pensado para envolver o corpo de maneira aconchegante e convidativa. A estrutura de metal proporciona leveza e sustentação à peça. As laterais possuem braços de madeira para servir de apoio. Também acompanha um puff para o conforto ficar completo. As cores frias da poltrona Esdra harmonizam com diferentes estilos de decór, principalmente aqueles modernos ou até mesmo industriais.

3. Poltrona Winding

Moderna e sofisticada, essa é a poltrona Winding. O destaque já começa por seu formato redondo. O tecido em linho sintético é de fácil manutenção e limpeza. As costas possuem um detalhe em madeira que confere elegância ao visual. Acompanha ainda uma almofada em tom marrom que contrasta com a cor neutra da poltrona. O modelo pode ser utilizado como ponto focal em um canto. Outra ideia é investir em duas peças para decorar a biblioteca ou criar um espaço diferenciado na casa, como um pequeno lounge.

4. Poltrona reclinável Luna com banqueta

O modelo Luna resgata a sensação da poltrona do papai. O objetivo principal da peça é oferecer conforto. É reclinável, acompanha banqueta e os pés são giratórios. Essa poltrona te convida a se jogar em um bom livro ou apenas relaxar com uma xícara de café. Produzida em couro natural (na frente) e couro sintético (nas costas), ela apresenta alta qualidade e vai acompanhar os seus momentos por muito tempo.

5. Poltrona Tijuca

A poltrona Tijuca é uma peça versátil. Ela combina perfeitamente com decorações que caminham entre o rústico e o natural e, por isso, pode ser utilizada em salas de estar, lounges, varandas e áreas gourmet. A estrutura feita em madeira de jequitibá conversa com o tom claro do encosto e assento, conferindo um visual leve e agradável. Todos os modelos citados estão disponíveis no site da Empório Vila Rica, onde você encontra outras inúmeras opções de poltronas.

4 dicas para escolher a mesa de centro ideal

A mesa de centro deixou de ser apenas um acessório de apoio. Hoje, é uma peça de peso na decoração da sala. São muitos os estilos e formatos e, por isso, acaba sendo difícil escolher a mesa de centro ideal para a sua casa. Separamos quatro dicas para te ajudar!

Analise o espaço disponível e o tamanho da mesa

É sempre importante saber qual a área disponível para dispor os móveis no ambiente de forma adequada. A mesa de centro, como o próprio nome já diz, vai ficar no centro da sala de estar. Para garantir espaço suficiente para a circulação, o ideal é manter 60 cm entre ela e o sofá ou outros móveis. Isso garante a movimentação confortável das pessoas e mantém o ambiente harmônico. Após analisar a área livre, você terá uma noção melhor para escolher o tamanho certo de mesa.

Alturas diferentes de mesa garantem um ambiente moderno

A altura é mais um detalhe que você deve se atentar. O ideal é que a mesa de centro não ultrapasse a altura dos assentos do sofá – precisa ser menor ou igual. Mas se você quiser ousar, opte por duas ou três mesas com diferentes alturas e posicione-as uma do lado da outra, como é o caso das mesas de centro Grid, perfeitas para salas grandes e para trazer modernidade ao ambiente, tirando qualquer resquício de monotonia.

Escolha o formato da mesa de centro de acordo com o formato da sala (ou não)

Os formatos de mesa mais comuns são os retangulares e quadrados. Ou costumavam ser, pois hoje os formatos variam muito. A mesa redonda é uma ótima opção para sair do habitual. A mesa de centro Cone é um modelo bastante versátil, pois combina com diferentes tipos de decór. Moderna e sofisticada, ainda facilita a circulação.

Em salas retangulares, o recomendado é optar por mesas do mesmo formato. Mas é claro que isso não é regra. O mais importante é a mesa harmonizar com o estilo da decoração. O modelo Havana, por exemplo, combina perfeitamente com decorações contemporâneas e até aquelas com um ar mais urbano, já que é feita em MDF laqueado e aço carbono. Já a mesa de centro Enzo é quase uma obra de arte. Com um visual diferenciado e matéria-prima em madeira, se torna uma peça decorativa no ambiente, sem precisar de outros itens sobre ela. Outro modelo que vai mudar a cara da sua sala de estar é a mesa de centro Malha. Na verdade, são duas mesas – uma sobre a outra. Além da altura, o que difere é a cor e o material do tampo, para garantir estilo e sofisticação ao ambiente.

Pense na utilização da mesa

Se você procura por uma peça que entregue impacto à decoração, busque por opções de mesas com design diferenciado. Já para quem utiliza a mesa como apoio para petiscos e bebidas, a dica é investir em modelos que não possuem tantos detalhes, como é o caso do modelo Porto. Seja qual for o uso ou o tipo da decoração da sua sala de estar, a Empório Vila Rica possui diversas opções de mesas de centro. Todas são produzidas com materiais de alta qualidade e apresentam design contemporâneo, podendo harmonizar com diferentes estilos de decór.

Decoração natural: equilíbrio e harmonia dentro de casa

A decoração natural apresenta aspectos do estilo contemporâneo e é marcada por criar ambientes equilibrados. A natureza se manifesta em detalhes, na escolha da madeira e em cores leves e neutras. No artigo de hoje, separamos 3 dicas para decorar a casa com o estilo natural.

Mobília em madeira

É impossível falar de decoração natural sem madeira. Essa é a matéria-prima que vai dominar os ambientes quando se trata do estilo em questão. Escolha móveis com design minimalista. E opte pelas cores neutras, variando os tons de maneira leve. Nogueira e carvalho são ótimas opções e podem ser complementadas pelo branco.

Lembre-se de não sobrecarregar o espaço, pois decorações naturais prezam por espaços funcionais sem elementos desnecessários. Os ambientes precisam se tornar espaçosos e confortáveis. O estilo, apesar de ser natural, é moderno. E sendo assim, tem como característica trabalhar a funcionalidade do espaço.

Predominância de tons neutros

O objetivo de uma decoração natural é trazer equilíbrio ao ambiente para oferecer tranquilidade aos moradores e convidados. Por isso, os tons neutros devem caminhar por todo o espaço. Se você quiser, pode acrescentar as cores do mar ou da terra, utilizando tons frios ou quentes. O leque de tons bronzeados pode harmonizar com o decór natural. Basta introduzi-los suavemente na decoração. Toques étnicos também são bem-vindos, como móveis com detalhes em palha. A decoração usa e abusa de tons crus, criando uma simetria de equilíbrio e paz no ambiente.

Plantas não podem faltar

Se é natural, a decoração deve possuir plantas e flores. Em pontos focais, o item verde vai ficar perfeito, dando vida e respiro ao local. Use jardins verticais, vasos no chão ou em móveis. Leve em consideração as condições de iluminação, umidade e ventilação, caso as plantas forem de verdade. A luz natural é um ponto bastante importante para a decoração natural. Tente utilizar o máximo possível da claridade para obter ambientes mais iluminados.

A decoração natural não pode ser confundida com o estilo rústico. A primeira tem a ideia de criar um ambiente moderno, mas com um visual equilibrado e acabamentos leves. Já a segunda, é mais pesada com traços rebuscados. Na Empório Vila Rica, você encontra móveis e itens decorativos que vão combinar perfeitamente com o estilo natural. Confira!

Decoração moderna: funcionalidade e minimalismo

Com um design limpo e agradável, é quase impossível não se apaixonar pela decoração moderna. O estilo nasceu no século XX e deu um basta na extravagância típica do século XIX, seguindo o lema “a forma segue a função”, pronunciado pelo arquiteto norte-americano Louis Sullivan.

As composições modernas têm como centro a funcionalidade e não dão espaço para excessos. No artigo de hoje, confira as características do estilo moderno e veja algumas opções de móveis para compor a sua casa.

Funcionalidade em primeiro lugar

Como já diz o lema de Sullivan, a função é o substantivo chave para ambientes modernos. É claro que você não pode esquecer da beleza e do conforto. Por isso, cada peça é pensada com cuidado, para que não acabe sendo apenas mais um item em desuso.

O minimalismo entra em cena e se torna um dos aspectos marcantes desse tipo de decór. Com linhas retas, o estilo moderno oferece a sensação de harmonia e organização. Objetos decorativos podem ser utilizados, mas em pouca quantidade. Esqueça qualquer exagero, tanto nas paredes quanto sobre os móveis.

Tons neutros e linhas retas

As cores claras definem os ambientes modernos. A paleta segue os tons branco e bege. Deixe as cores fortes para os detalhes, usando tons sóbrios, como o cinza ou o marrom. Para não deixar o aspecto de um local frio, acrescente a madeira, o cimento queimado ou outros objetos, como almofadas, quadros decorativos e plantas.

A Mesa Eros é uma excelente alternativa para compor uma sala de jantar moderna, por exemplo. A base carbono traz um toque quase urbano, mas que é equilibrado pelo tampo em madeira. Além disso, os traços retos e levemente curvados dão um toque de sofisticação ao visual. Para complementar, que tal a Cadeira Siena? Simples e confortável, se integra facilmente a ambientes modernos.

Na sala de estar, aposte nos sofás que seguem o leque de cores neutras, como o modelo Onix com tecido em linho, ou ainda, o modelo Lazio com tecido em camurça. Ambos conversam perfeitamente com a decoração moderna.

Sempre na moda

Uma das grandes vantagens da decoração moderna é que ela está sempre na moda. É o tipo de composição que não tem erro. Uma casa ou ambiente decorado com esse estilo exige poucas alterações com o tempo. Por isso, aposte na famosa frase “menos é mais” e entre na atmosfera moderna. O segredo é manter a harmonia e deixar de lado o excesso de informação. Quer transformar os ambientes da sua casa com a decoração moderna? No site da Empório Vila Rica, há inúmeras opções de poltronas, sofás, cadeiras, mesas e outros móveis com design moderno. Confira!

Banquetas: saiba como escolher e confira dicas de uso no ambiente

As banquetas são itens versáteis que oferecem diferentes possibilidades para compor os espaços da casa. No post de hoje, saiba como aderir esse elemento à decoração e confira o que deve ser considerado na hora de escolher uma banqueta.

Em quais cômodos posso incluir banquetas?

Geralmente, as banquetas são utilizadas na cozinha, junto à bancada ou à mesa da copa, para complementar a área gourmet. Isso porque são leves e práticas e não comprometem a circulação, mesmo em espaços menores. Entretanto, a utilização pode se estender em outros ambientes. Na sala de estar, por exemplo, ou em lounges, é interessante colocar banquetas altas no bar ou ainda próximas à mesa lateral. Além de garantir funcionalidade, vão trazer conforto e requinte ao local.

No escritório, as banquetas também são bem-vindas. Nesse caso, servem como assentos extras para reuniões. Já nas salas de estudo, podem ser usadas como apoio para a coleção de livros.

A área externa é outro ambiente em que você pode incluir banquetas. Aqui, é necessário estar atento ao material da peça para não se desgastar com o tempo, já que a banqueta vai estar exposta a variações climáticas. Os materiais indicados para espaços externos são o aço inoxidável, a madeira tratada para esse fim e as fibras sintéticas. Quanto aos tecidos, opte por aqueles de boa qualidade, com resistência ao desbotamento e à abrasão. Em relação ao uso, insira as banquetas próximo à piscina, à churrasqueira ou ainda perto do quiosque.

Como escolher a banqueta ideal de acordo com o estilo da decoração?

Use a criatividade e o bom senso para escolher o modelo de banqueta conforme o tipo de décor. É possível misturar estilos, mas com cautela para não criar uma desordem visual. Caso o projeto exija modernidade, busque por peças minimalistas e elegantes. A Banqueta Giratória Nina é uma alternativa para composições contemporâneas, pois além de possuir um design discreto e aconchegante, ainda oferece conforto e alta qualidade.

Se a decoração caminha por traços mais clássicos e românticos, escolha modelos que levem a sofisticação como característica principal, como é o caso da Banqueta Tiss. O revestimento em matelassé nas costas do encosto e o tom neutro são aspectos que conversam com as composições mais tradicionais. Essa banqueta vai, com certeza, fazer a diferença na decoração.

Para o estilo industrial, opte por peças despojadas que resgatam uma pegada mais urbana. Banquetas em aço ou ferro fundido são perfeitas para decorações industriais. Os modelos Royal e Urban são excelentes opções para projetos que investem nesse tipo de decór.

Caso você queira trazer contraste ao espaço, escolha modelos diferenciados, com cores mais fortes. A Banqueta Paris é um exemplo. Com tecido em veludo verde, ela pode ser usada em diferentes estilos, desde o contemporâneo até aqueles que seguem traços do boho.

As áreas externas ou varandas cobertas pedem por opções rústicas que possuem elementos e cores naturais. Mas isso não impede que você utilize peças modernas. Leve em consideração a ideia do projeto e avalie o design que mais combina.

Qual o número de bancadas que devo colocar no ambiente?

A quantidade de banquetas vai depender da área disponível. O espaço mínimo necessário para uma pessoa sentada é de 60 cm, aproximadamente. Para mais comodidade, deixe 70 cm. Sendo assim, a cada 60 cm pode ser colocada uma banqueta. Se a peça possuir mais ou menos 1,80 m, é possível organizar três banquetas no ambiente e ainda ter espaço suficiente para circular. O uso de banquetas é muito simples e só tende a agregar conforto e bem-estar às composições. Agora que você já sabe em quais ambientes pode incluir as banquetas e como escolher o modelo mais adequado de acordo com o estilo de décor, visite o site da Empório Vila Rica e confira todas as opções disponíveis